EpiFloripa Adulto

Equipe EpiFloripa Adulto 2014

 

Pesquisadores

Claudia Colussi

Foto

Possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1998), mestrado em Saúde Pública pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003) e doutorado em Odontologia em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Santa Catarina (2010). Professora Adjunta do Departamento de Saúde Pública da Universidade Federal de Santa Catarina e membro do Núcleo de Extensão e Pesquisa em Avaliação em Saúde – NEPAS – da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, atuando principalmente nos seguintes temas: saude bucal, saude do idoso, saúde comunitária, planejamento, gestão e avaliação em saúde.

David Alejandro González Chica

david.epidemio@gmail.com

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4258144T2

Médico pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Católica de Santiago de Guayaquil – Equador, Especialista em Doenças Pediátricas Infecciosas e Parasitárias pelo Instituto de Saúde Carlos III (Espanha). Mestre e Doutor em Epidemiologia, com área de concentração estudos de Ciclo Vital) pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Pós-doutorado em avaliação da composição corporal e determinantes precoces pela UFPel. Docente do Departamento de Nutrição e credenciado no Programa de Pós-graduação em Nutrição Coletiva da UFSC desde 2010. Atua principalmente nos seguintes temas: epidemiologia nutricional, análise de estudos longitudinais, obesidade, iniqüidades em saúde, educação em saúde.

Diego Augusto Santos Silva

diegoaugustoss@hotmail.com

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4130453P6

Possui Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade Federal de Sergipe. Especialização em Fisiologia do Exercício aplicado ao Treinamento e a Saúde. Mestrado em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é aluno do curso de Doutorado em Educação Física da Universidade Federal de Santa Catarina Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em cineantropometria e atividade física e saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: sobrepeso, obesidade, fatores de risco à saúde, maturação, crescimento somático e exercício físico.

Doroteia Aparecida Höfelmann

doroaph@yahoo.com.br

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4734298D9

Possui graduação em Nutrição pela Universidade do Vale do Itajaí (2003) e mestrado em Saúde Pública pela Universidade Federal de Santa Catarina (2006). Atualmente é doutoranda do Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva da UFSC e professora da Universidade do Vale do Itajaí, atuando principalmente nos seguintes temas: epidemiologia, saúde do trabalhador, auto-avaliação de saúde, excesso de peso.

Douglas Francisco Kovaleski

Exibindo IMG_20140223_153308.jpg

douglas.kovaleski@gmail.com

Douglas Francisco Kovaleski mestre e doutor em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é professor da UFSC e coordena o Pro-PET Saúde na UFSC e o projeto VERSUS no Estado de Santa Catarina. Atua junto ao Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade na Atenção Básica. Suas principais linhas de pesquisa são: Avaliação em saúde, Associativismo Político e Saúde, Saúde mental na Atenção Básica e Bucalidade. É professor adjunto no Departamento de Saúde Pública da Universidade Federal de Santa Catarina.Também conduz orientações no Mestrado Profissional em Saúde mental na mesma instituição.

Eleonora D’Orsi

eleonora@ccs.ufsc.br

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=N461939

Médica pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Mestre em Saúde Pública e Doutora em Ciências da Saúde, com ênfase em Epidemiologia – pela Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP) da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). Professora Adjunta do Departamento de Saúde Pública e credenciada junto ao Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da UFSC. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase na área de Epidemiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: saúde da mulher e saúde do idoso.

João Luiz Dornelles Bastos

joao.luiz.epi@gmail.com

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4778698U1

Cirurgião-dentista, Mestre e Doutor em Epidemiologia pela Universidade Federal de Pelotas (UFPEL). Docente do Departamento de Saúde Pública da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desde 2010. Atua na área de saúde coletiva, com ênfase em epidemiologia das desigualdades em saúde.

Karen Glazer Peres

karengp@ccs.ufsc.br

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4796318A4

Cirurgiã-dentista pela Universidade Paulista (UNIP), Mestre em Odontopediatria pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Mestre em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da USP, Doutora em Saúde Pública pela FSP-USP com estágio na University College London, Pós-doutorado em Epidemiologia pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e Universidade de Otago, Nova Zelândia. Docente do Departamento de Saúde Pública da UFSC e é credenciada nos Programas de Pós-graduação em Saúde Coletiva e Odontologia da UFSC. Bolsista de produtividade do CNPq, nível 2, na área de Epidemiologia tem experiência com estudos de saúde bucal de base populacional. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Epidemiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: epidemiologia das doenças não transmissíveis, epidemiologia da saúde bucal e desigualdades em saúde. Coordenadora do programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva (2010-2012). É coordenadora do Centro Colaborador de Vigilância à Saúde Bucal do Ministério da Saúde.

Marco Aurélio Peres

marco.peres@adelaide.edu.au

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4723902U0#Producaocientifica

Coordenador do Estudo EpiFloripa. Cirurgião-dentista pela Faculdade de Odontologia da USP, Especialista e Mestre em Saúde Pública pela FSP-USP. Em 2002 concluiu o doutorado em Saúde Pública, área de Epidemiologia, pela Faculdade de Saúde Pública da USP com estágio (bolsa sanduiche) na University College London. Em 2006 realizou pós-doutorado em Epidemiologia pelo Centro de Pesquisas Epidemiológicas, Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia da Universidade Federal de Pelotas. Realizou estágio sênior no exterior (CNPq) junto à Universidade de Otago, Nova Zelândia. Desde 1995 é Professor do Departamento de Saúde Pública da Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é Professor Associado do Departamento de Saúde Pública e orientador credenciado dos Programas de Pós-Graduação em Saúde Coletiva e em Odontologia da Universidade Federal de Santa Catarina e pesquisador nível 1C do CNPq. Como linhas principais de pesquisa destacam-se a Epidemiologia da Saúde Bucal, Epidemiologia do ciclo vital, Desigualdades em Saúde, Avaliação de efetividade de serviços de saúde e Inquéritos populacionais.

Yara Maria Franco Moreno


yarafmoreno@gmail.com

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4707924Z1

Nutricionista pela Universidade Federal do Paraná, Mestre em Alimentos e Nutrição pela Universidade Estadual de Campinas, Doutora em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é Docente do Departamento de Nutrição da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Tem experiência na área de Avaliação do Estado Nutricional e Imunonutrição, atuando principalmente nos seguintes temas: concentrado proteico de soro de leite, prebióticos e Síndrome da Imunodeficiência Humana em Pediatria.

Pesquisadores Associados:

Angelica Scherlowski Fassula

Exibindo foto Epi.jpg

Possui graduação em Nutrição e especialização em Nutrição Clínica Funcional. Cursou todas as disciplinas do curso de Especialização em Gerência e Administração de Unidades de Alimentação e Nutrição. Atuação em Administração e Aquisição de insumos alimentares para empresa de refeições coletivas, desenvolvimento de treinamentos técnico-operacionais, alimentação escolar e nutrição infantil, bem como de população composta por crianças e adolescentes portadores de necessidades especiais. Experiência como nutricionista clínica, tendo como áreas interesse: alimentação infantil, obesidade, probióticos e alimentação funcional.

Bianca Bittencourt

Exibindo Foto Epi.jpg

Nutricionista formada pela Universidade Federal de Pelotas – UFPEL (2010), Mestre em Ciências da Saúde, na área de concentração em Epidemiologia pela Universidade Federal do Rio Grande – FURG (2012), Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC(2014).

 

 

Camila Laís Amaral

Exibindo Camilla.jpg

Possui bacharelado em Educação Física pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC (2010) e pós-graduação em Exercício Físico aplicado à Reabilitação Cardíaca e a Grupos Especiais pela Universidade Gama Filho – UGF (2012). É mestre em Nutrição pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (2014). Atualmente é acadêmica de Nutrição pelo Centro Universitário Estácio de Sá de Santa Catarina, com foco na linha de pesquisa em estudo dietético e bioquímico relacionado com o estado nutricional.

Carla Zanelatto

Exibindo foto curriuclo.jpg

Carla Zanelatto possui graduação em Nutrição pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (2011), com ênfase em Avaliação nutricional da coletividade. Concluiu o Mestrado em Nutrição pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2014. Atualmente é Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva na Universidade Federal de Santa Catarina/UFSC na Área de Epidemiologia pela linha de pesquisa Desigualdade em Saúde. Tem experiência na área de Nutrição, com ênfase em Nutrição em Saúde Coletiva, atuando principalmente nos temas: bullying, estado nutricional de populações, consumo alimentar e no estudo das relações entre discriminação e saúde, estando vinculada ao Estudo EpiFloripa Adulto

Francieli Cembranel

Possui graduação em Nutrição pela Universidade Federal de Pelotas – UFPEL-RS (2005), especialização em Nutrição Clínica pela Universidade do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – UNIJUI (2007) e Mestrado em Nutrição pela Universidade Federal de Santa Catarina (2012). Atualmente é doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal de Santa Catarina. Possui experiência na área de Nutrição, com ênfase em Avaliação do Estado Nutricional e Intervenção Nutricional em Coletividades, Epidemiologia e Nutrição em Saúde Pública.

Franco Adrius Ache

 

Exibindo DSC00487.JPG

Possui graduação em Educação Física pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC (2009), e mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC (2013). É especialista em Saúde da Família pela UFSC (2014). Doutorando do Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da UFSC. Atualmente atua como Profissional de Educação Física do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), no município de São Bonifácio, desenvolvendo projetos ligados à atividade física e saúde e coordenador do programa “São Bonifácio em Forma”. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase na linha de pesquisa atividade física e saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: atividade física, saúde, educação, envelhecimento e qualidade de vida.

Helena Mendes Constante

Graduanda em Odontologia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Bolsista de Iniciação Científica pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC/CNPq – UFSC por quatro anos consecutivos pelo Departamento de Saúde Pública.

Julia Pessini

Exibindo per4fil.jpg

Possui graduação em Nutrição pela pela Universidade da Amazônia (2012). Mestrado em Nutrição pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014), com ênfase em Diagnóstico e Intervenção Nutricional em Coletividades. Atualmente faz parte da equipe de pesquisadores do Estudo EpiFloripa Adulto 2014.

Luísa Harumi Matsuo

Graduanda em Nutrição na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), bolsista de Iniciação Científica pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC/CNPq – UFSC

Manoela Lira Reis

Exibindo Manoela Lira Reis.JPG

Farmacêutica com habilitação em Análises Clínicas pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é mestranda do Laboratório de Oncologia Experimental e Hemopatias do Laboratório de Análises Clínicas no Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina, atuando na área de Biologia Molecular (Extração de ácidos nucleicos, PCR, eletroforese) e Imunofenotipagem (Citometria de Fluxo).

 

Marui Corseuil Giehl

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (2006). Possui Mestrado em Saúde Coletiva (2010), na área de concentração de Epidemiologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Possui Doutorado em Saúde Coletiva (2014) (UFSC). Realizou estágio de Doutorado em Saúde Pública na Washington University in St. Louis (EUA). Tem experiência na área de Atividade Física e Saúde , atuando principalmente nos seguintes temas: atividade física e saúde, envelhecimento e saúde, ambiente e atividade física, epidemiologia da atividade física, saúde coletiva.

 

Raíssa Ortiz Pereira

Exibindo 10417573_4419241376341_6421089557025924342_n.jpg

Estudante de graduação em Farmácia na Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é bolsista de extensão no projeto Avaliação da satisfação dos usuários da rede de atenção à saúde do município de Florianópolis, SC, orientada pela Prof. Dra. Claudia Flemming Colussi.

Rebeca Cipriano Braga Silva

Graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Santa Catarina. Graduanda em Educação Física pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Experiência em acompanhamento nutricional de praticantes de atividade física

Silvia Giselle Ibarra Ozcariz

Nutricionista pela Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), Mestre em Epidemiologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e doutoranda em Saúde Pública da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Tem experiência na área de Epidemiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Epidemiologia Nutricional, Consumo Alimentar, Educação Nutricional, Nutrição Materno-Infantil e Saúde do Adulto.

Tatiane Goetz Malikoski

Exibindo 1669852_630863413652049_104857843_o.jpg

Nutricionista graduada pela Universidade do Sul de Santa Catarina – UNISUL (2013). Atualmente é mestranda do Programa de Pós-Graduação em Nutrição (PPGN) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), na linha de pesquisa: Diagnóstico e Intervenção Nutricional em Coletividades. Integrante do Projeto EpiFloripa: Condições de saúde da população adulta do município de Florianópolis, Santa Catarina: estudo de base populacional.

Tiago Rodrigues de Lima

Exibindo tiago foto.JPG

Possui graduação em Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008), especialização em Fisiologia do Exercício pela Universidade Gama Filho (2010);especialização em Musculação e Condicionamento Físico pela Universidade Gama Filho-UGF(20013); Mestrando em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC (2014). Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em esportes, fisiologia dos exercícios e treinamento resistido. Atuando principalmente nos seguintes temas:Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em esportes e fisiologia dos exercícios, atuando principalmente nos seguintes temas: Fisiologia do Exercício,Treinamento Resistido, Treinamento Físico e Prescrição de atividades físicas.

 

Vanessa Fernanda Goes

Graduada em Nutrição (2010) e Mestre em Ciências Farmacêuticas (2012) pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO). Participou durante a graduação de programas de extensão vinculados ao Programa Universidade Sem Fronteiras do Governo do Paraná e de Monitoria Voluntária na disciplina de Antropologia da Saúde. Atualmente é doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Nutrição da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. É integrante do grupo de pesquisa EpiFloripa Idoso e Adulto. Com experiência em avaliação do estado nutricional e consumo alimentar de pré-escolares; avaliação nutricional, bioquímica e cognitiva de idosos portadores de Doença de Alzheimer.

 

Vanusa Floriani Lopes

Exibindo 1503468_10153687043595002_719993783_n.jpg

Possui ensino médio segundo grau pelo Colégio Energia – Brusque (2007). Atualmente é graduanda de Serviço Social pela Universidade Federal de Santa Catarina

 

Waleska Nishida

Exibindo Epifloripa.png

Graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Processamento de Dados pelo Cesupa, Mestre em Nutrição, linha de pesquisa “Nutrição em produção de refeições e comportamento alimentar”, e  Mestre em Engenharia de Produção, área de concentração Inteligência Aplicada pela UFSC. Doutoranda na mesma universidade no Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva, área de concentração Epidemiologia. Nutricionista pesquisadora do Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição do Escolar – CECANE/SC. Participa do Núcleo de Pesquisa de Nutrição em Produção de Refeições – NUPPRE.

 

 

 

Exibindo IMG_20140912_120856162_HDR.jpg

 

 

Questionário Geral

Aplicado em todo coorte.

Para visualizar o questionário aplicado em 2012.Clique Aqui

Modelo de Recordatório Alimentar

Utilizado para obter informações sobre o consumo alimentar de toda amostra (visita presencial) e uma sub-amostra de 40% para um segundo recordatório via telefone.

Para visualizar o modelo de Recordatório Alimentar Clique Aqui

Questionário de Hábitos e Acesso à Alimentação Saudável

Aplicado em uma sub-amostra de 40% que foi obtido a ingesta alimentar via telefone.

Para visualizar o Questionário de Hábitos e Acesso à Alimentação Saudável. Clique Aqui

Financiamento e Orçamento

Para o segundo estudo, EpiFloripa adulto 2012 foi obtido novo recurso do CNPq no valor de R$ 101.000,00. Este recurso foi integramente destinado a remuneração dos profissionais de campo e de uma auxiliar de pesquisa. Esta etapa contou novamente com a atuação de pesquisadores e estudantes de pós-graduação da Universidade Federal de Santa Catarina.

Manual de Instruções 2012

Para visualizar o Manual de Instruções Clique Aqui

Examinadores 2012

Os examinadores do estudo EpiFloripa Adulto 2012 já foram selecionados!

Confira abaixo quem faz parte da nossa equipe!

 

André Dias

 

 

 

 

 

 

Bianca Muriel Claas

 

 

 

 

 

 

Deborah Renzetti

 

 

 

 

 

Gustavo Santaella

 

 

 

 

 

 

Luciana da Silva


 

Estudo EpiFloripa Adulto 2012 – Métodos

Como trata-se de um estudo longitudinal, deu-se continuidade ao trabalho com a amostra do “EpiFloripa 2009”, que foi calculada considerando estimativas que maximizassem o tamanho de amostra necessário para as diferentes análises a serem realizadas: prevalência desconhecida (50%), nível de confiança de 95%, erro amostral de 3,5pontos percentuais, efeito do desenho de 2,0 (devido à amostragem por conglomerados) e acréscimo de 10% para possíveis perdas e/ou recusas.

O tamanho mínimo da amostra foi estimado em 1720 adultos. Todos os 420 setores censitários urbanos da cidade foram ordenados de acordo com a renda média mensal do chefe da família. Utilizou-se então, uma amostra sistemática de 60 setores censitários (60/420), sendo incluídos seis setores censitários em cada decil de renda.

Foram considerados elegíveis todos os adultos de 20 a 59 anos, residentes nos domicílios selecionados em cada setor. Foram excluídos os indivíduos que apresentavam amputação de alguma extremidade ou que usavam próteses, amputados, os acamados, aqueles que utilizavam próteses, os impossibilitados de ficarem na posição adequada para a realização das medidas antropométricas e aqueles que não conseguiam responder ao questionário.

A coleta dos dados para o EpiFloripa 2012 foi realizada em 2012 por oito entrevistadores/examinadores, os mesmos que passaram por todo um processo de treinamento e padronização na aferição das medidas antropométricas antes de realizar o trabalho de campo, para assim garantir maior precisão das informações. Para garantir um maior percentual de acompanhamento, em 2011 os endereços de todos os participantes do estudo foram atualizados através dos contatos telefônicos e/ou de e-mail que os participantes forneceram em 2009. A coleta de dados começou em abril de 2012 e finalizou em dezembro de 2013, sendo obtidas informações completas de pouco mais de 1200 participantes do estudo original ( taxa de acompanhamento de 71%), os quais se apresentaram bem distribuídos em todos os decis de renda familiar. As entrevistas foram realizadas no próprio domicílio dos participantes, prévio agendamento telefônico realizado por três membros da equipe.  Cada participante foi procurado em pelo menos quatro dias diferentes, incluindo uma vez durante o final no fim de semana. Adicionalmente, uma sub-amostra de 500 membros da corte foram entrevistados uma segunda vez via telefônica para obter um segundo recordatório alimentar de 24 horas.

No questionário aplicado no ano de 2012, as variáveis utilizadas foram: sociodemográficas que compreendem cor da pele, escolaridade, renda mensal, número de moradores do domicílio, estado civil (coletadas com base na classificação do IBGE), trajetória socioeconômica, medidas antropométricas, por coleta direta (peso, estatura, circunferência da cintura), e pressão arterial por aparelho digital, Saúde bucal (exames baseados nas recomendações da OMS), Qualidade de vida (Questionário WHOQOL), Doenças autorreferidas, Questionário de discriminação, Consumo alimentar: através de recordatório de 24 horas (um único recordatório para toda a amostra e um segundo recordatório em 40% dos participantes), Níveis de pressão arterial sistólica e diastólica: média de duas medidas de pressão arterial realizadas ao longo da entrevista.

A confiabilidade das medidas dos examinadores foi avaliada, conforme recomendado por Habicht, por meio do Erro Técnico de Medida (TEM), tanto intra como inter observador, durante o processo de padronização na aferição das medidas que foi realizado em 2009.

Em 2012 foram utilizados os mesmos processos de treinamento, padronização e os cuidados metodológicos antes referidos para a aferição do peso e da CC. Considerando a estabilidade da altura durante o intervalo de tempo das duas pesquisas (2009-2012), esta medida não será realizada novamente em 2012. Para estimar certos indicadores que precisem da altura (como o IMC ou a razão cintura/altura) e/ou para ajuste nas análises, será utilizada a medida obtida em 2009.

No estudo EpiFloripa, o recordatório 24h foi aplicado em todos os indivíduos localizados em 2012 em entrevista face a face e com a finalidade de avaliar o consumo habitual. Uma segunda aplicação do recordatório 24h foi realizada em uma sub-amostra de 40% da população do estudo através de entrevista telefônica, com a finalidade de ajustar a dispersão dos dados. Os inquéritos recordatórios serão aplicados no papel e em seguida, os dados serão digitados em programa específico chamado NDSR, atualmente considerado um dos softwares de maior precisão para o cálculo da ingestão alimentar. O software possui 18000 alimentos e preparações e 130 nutrientes e outros componentes alimentares, foi desenvolvido pela Universidade de Minnesota e já foi utilizado em grandes estudos como o Nhanes.

O projeto EpiFloripa 2012 já conta com aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Universidade Federal de Santa Catarina/CCS, obtida no dia 28 de fevereiro de 2011 (parecer 1772/11).

Para visualizar o Certificado emitido pelo Comitê de Ética, clique aqui: comite de etica epifloripa

Para visualizar o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, clique aqui: TCLE epifloripa 2012

 

 

 

 

 

Equipe EpiFloripa Adulto 2009

Pesquisadores

Antonio Fernando Boing

 

 

boing@ccs.ufsc.br

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4779950Z4

 

 

Cirurgião-dentista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Mestre em Saúde Pública, com área de concentração em Epidemiologia pela mesma universidade, Doutor em Odontologia, com área de concentração Odontologia Social pela Faculdade de Odontologia da USP. Docente do Departamento de Saúde Pública da UFSC desde 2008, credenciado no Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da UFSC. Atua na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Epidemiologia. Suas principais linhas de pesquisa são o estudo dos determinantes sociais em saúde, da epidemiologia das doenças crônicas e da epidemiologia na atenção básica em saúde.

Karen Glazer Peres

 

karengp@ccs.ufsc.br

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4796318A4

Cirurgiã-dentista pela Universidade Paulista (UNIP), Mestre em Odontopediatria pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Mestre em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da USP, Doutora em Saúde Pública pela FSP-USP com estágio na University College London, Pós-doutorado em Epidemiologia pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e Universidade de Otago, Nova Zelândia. Docente do Departamento de Saúde Pública da UFSC e é credenciada nos Programas de Pós-graduação em Saúde Coletiva e Odontologia da UFSC. Bolsista de produtividade do CNPq, nível 2, na área de Epidemiologia tem experiência com estudos de saúde bucal de base populacional. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Epidemiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: epidemiologia das doenças não transmissíveis, epidemiologia da saúde bucal e desigualdades em saúde. Coordenadora do programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva (2010-2012). É coordenadora do Centro Colaborador de Vigilância à Saúde Bucal do Ministério da Saúde.

Marco Aurélio Peres

 

marco.peres@adelaide.edu.au

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4723902U0#Producaocientifica

Coordenador do Estudo EpiFloripa. Cirurgião-dentista pela Faculdade de Odontologia da USP, Especialista e Mestre em Saúde Pública pela FSP-USP. Em 2002 concluiu o doutorado em Saúde Pública, área de Epidemiologia, pela Faculdade de Saúde Pública da USP com estágio (bolsa sanduiche) na University College London. Em 2006 realizou pós-doutorado em Epidemiologia pelo Centro de Pesquisas Epidemiológicas, Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia da Universidade Federal de Pelotas. Realizou estágio sênior no exterior (CNPq) junto à Universidade de Otago, Nova Zelândia. Desde 1995 é Professor do Departamento de Saúde Pública da Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é Professor Associado do Departamento de Saúde Pública e orientador credenciado dos Programas de Pós-Graduação em Saúde Coletiva e em Odontologia da Universidade Federal de Santa Catarina e pesquisador nível 1C do CNPq. Como linhas principais de pesquisa destacam-se a Epidemiologia da Saúde Bucal, Epidemiologia do ciclo vital, Desigualdades em Saúde, Avaliação de efetividade de serviços de saúde e Inquéritos populacionais.

Pesquisadores Associados:

Alexandra Crispim Boing

 

alecrispim@yahoo.com.br

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4732911T8

Farmacêutica, Mestre em Saúde Pública, área de concentração em Epidemiologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Mestre em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), com especialização em Farmácia Clínica pela FURB, especialização em Saúde da Família pela UFSC, MBA em administração pela Universidade Lúsofona de Portugal e Doutoranda em Saúde Coletiva pela UFSC. Foi Professora do Departamento de Saúde Pública da UFSC durante o ano de 2010. Atualmente desenvolve trabalho de pesquisa na área de saúde coletiva na Universidade Federal de Santa Catarina. É membro da Comissão de Ética do Conselho Regional de Farmácia de Santa Catarina. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, Epidemiologia e Farmacoepidemiologia.

Diego Augusto Santos Silva

diegoaugustoss@hotmail.com

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4130453P6

Possui Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade Federal de Sergipe. Especialização em Fisiologia do Exercício aplicado ao Treinamento e a Saúde. Mestrado em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é aluno do curso de Doutorado em Educação Física da Universidade Federal de Santa Catarina Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em cineantropometria e atividade física e saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: sobrepeso, obesidade, fatores de risco à saúde, maturação, crescimento somático e exercício físico.

Dorotéia Aparecida Hofelmann

 

doroaph@yahoo.com.br

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4734298D9

Possui graduação em Nutrição pela Universidade do Vale do Itajaí (2003) e mestrado em Saúde Pública pela Universidade Federal de Santa Catarina (2006). Atualmente é doutoranda do Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva da UFSC e professora da Universidade do Vale do Itajaí, atuando principalmente nos seguintes temas: epidemiologia, saúde do trabalhador, auto-avaliação de saúde, excesso de peso.

Emilene Reisdorfer

 

emi.reis@yahoo.com.br

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4214991Z1

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) (2002). Mestre em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Possui Especialização na Modalidade Residência Integrada em Saúde – Saúde Coletiva, pela Escola de Saúde Pública do Estado do Rio Grande do Sul (ESP/RS) (2005) e Especialização em Gereciamento de Unidades Básicas de Saúde pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP) (2008), atuando principalmente na área de saúde coletiva/Dependência Química e Ensino em Saúde.

Giovâni Firpo Del Duca

 

gfdelduca@gmail.com

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4139937U2

Possui graduação pela Escola Superior de Educação Física da Universidade Federal de Pelotas (2006), onde foi bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET). Possui mestrado em Epidemiologia pela Universidade Federal de Pelotas, sendo bosista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Atualmente cursa Doutorado em Educação Física na Universidade Federal de Santa Catarina, na área de atividade física relacionada à saúde e é bolsista CAPES. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em atividade física e saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: epidemiologia, atividade física, saúde, exercício físico, envelhecimento, avaliação física e aptidão física.

Juliana Barcellos de Souza

 

juliana.barcellos.de.souza@gmail.com

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4766749T4

Fisioterapeuta, Mestre em Ciências do Movimento Humano pela Universidade do Estado de Santa Catarina, Doutora em ciências clínicas pela Université de Sherbrooke, Canadá. Realizou dois pós doutorados (Canadá e Brasil). Contemplada com Bolsa CAPES (MSc e PhD), Bolsa Fonds de Recherche Santé Québec e do Quebec Network Pain Reseach (FRSQ/QNPR) (Pós-doutorado) e CNPq (PDJ) – no Departamento de Saúde Pública da UFSC. Seu foco é estudo e tratamento da dor crônica. Durante o mestrado avaliou o sintoma sob um ângulo biomecâninco [protocolo de tratamento da sindrome patelofemoral]. No doutorado desenvolveu e validou um protocolo de tratamento para mulheres com fibromialgia, analizando o problema sob um ângulo neurofiológico e psicológico.

Leandro Martin Totaro Garcia

 

leandromtg@gmail.com

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4250974J3

Professor Assistente da Universidade Cruzeiro do Sul, vinculado ao curso de Educação Física. Mestre em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com ênfase na área de Atividade Física Relacionada à Saúde. Especialista em Adolescência pelo Departamento de Pediatria da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Bacharel em Educação Física pela Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (EEFE-USP). Tem particular interesse sobre programas e estratégias de promoção da prática de atividades físicas e sobre o comportamento sedentário e suas implicações à saúde.

Ramona Sant Ana Maggi de Moraes

 

rasmaggi@yahoo.com.br

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4237659H0

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (2006). É especialista em Gestão em Saúde Pública pela Faculdade Padre João Bagozzi. Atualmente é mestranda do Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Saúde Mental, atuando principalmente nos seguintes temas: saúde mental, saúde pública e atenção básica.

 

Sheila Rubia Lindner

 

sheila.lindner@hotmail.com

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4778006E1

Possui graduação em enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (2002) e mestrado em Saúde Pública pela Universidade Federal de Santa Catarina (2005). É doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da UFSC. É apoiadora do projeto Telessaúde/SC e faz parte do grupor gestor da UnA-SUS/SC no Curso de Especialização a distância em Saúde da Família..

Simone Gasperin

sigasperin@gmail.com

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4737471D9

Possui graduação em Fisioterapia pela Universidade Federal de Santa Maria (1988) e mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Santa Catarina (2010). Atualmente é professor titular da Universidade do Vale do Itajaí e fisioterapeuta concursada da Prefeitura Municipal de Itajaí. Tem experiência na área de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, com ênfase em Fisioterapia Em Neurologia, atuando principalmente nos seguintes temas: fisioterapia, hanseníase, hemiparesia e epidemiologia.

Thiago Ferreira de Souza

 

tfsousa_thiago@yahoo.com.br

Alunos de Iniciação Científica:

Helena Mendes Constante

 

lenaconstante@gmail.com

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4427955Z7

Graduanda em Odontologia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Bolsista de Iniciação Científica pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC/CNPq – UFSC por quatro anos consecutivos pelo Departamento de Saúde Pública.

Luciana da Silva

 

lubertan@hotmail.com

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4294438E5

Cirurgiã Dentista formada pela Universidade Federal de Santa Catarina. Bolsista de Iniciação Científica pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC/CNPq – UFSC por quatro anos consecutivos pelo Departamento de Saúde Pública (2008 – 2012).

 

Questionário

Para ler o Questionário de 2009 clique aqui.